Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Segredo revelado

Segredo revelado

31.05.09

''nabos'' para Bruxelas


segredo_revelado

um dos temas mais badalados da actualidade politica , é a campanha eleitoral para as eleições europeias.

seria de esperar que, no mínimo, algum dos candidatos a euro-deputado( e a um ordenado chorudo de Bruxelas) fizesse um esforço sincero e eficaz para nos informar das suas ideologias politicas acerca da União Europeia. em vez de nos esclarecerem, preferem a politiquice sem nível, sem conteúdo e com poucos motivos de interesse para a população em geral.

no final de tão grande ''esforço'', onde sangue ,suor e lágrimas (não) foram derramados, vêm, com o seu melhor sorriso de quem vai para Bruxelas fazer algo por todos os Portugueses, pedir-nos votos e adesão massiva ao voto.

quando falamos de Bruxelas , vem-nos logo à memória 2 coisas: a Comissão Europeia e as couves de Bruxelas . na verdade, é bem mais provável que nos lembremos apenas das couves, mas como este post é sobre politica, tive de falar na Comissão Europeia. Portugal é um pequeno país, por isso tem poucos deputados europeus e uma pequena influência, mas caso tivéssemos mais deputados portugueses em Bruxelas, Bruxelas também passaria a ser famosa pelos ''nabos'' portugueses de Bruxelas.

podemos não ter os melhores políticos e governantes do Mundo, mas temos concerteza alguns dos mais bem humorados.

os que estão no poder culpam a oposição. a oposição culpa-se entre si e culpa também os que estão no poder. enquanto eles se entretêm a brincar às democracias, nós é que nos lixamos com perda de poder de compra, aumento de impostos, serviço nacional de saúde à beira de ficar doente, educação em contestação, etc..

nunca fomos um país com um elevado nível de riqueza e bem-estar social no passado, mas a grande verdade é que no presente continuamos quase na mesma, senão pior.

o meu pai, alguém que viveu metade da vida vivida em democracia e outra metade em ditadura, até diz que nos tempos do senhor que caiu da cadeira, até se vivia melhor que se vive hoje. não é caso para pensar e preocupar, quando alguém como ele (e como ele há muitos mais), alguém que não era partidário do velho regime, recorde com alguma nostalgia esses tempos? eu, já nascido depois de 74, acho que é de preocupar! apesar de achar que é motivo para preocupação, não posso deixar de partilhar com o meu pai e muita mais gente, a grande maioria das queixas e criticas que se fazem à nossa situação actual.

não me revejo na maioria das ideias dos nossos partidos políticos, ideias que são assentes em pura demagogia, que em pouco melhoram a situação do País. se o 25 de Abril me garantiu o direito a votar e escolher aquelas pessoas\partidos que melhor me representam e defendem os meus direitos e interesses, então que hei-de fazer se acho que  à esquerda ou à direita é tudo farinha do mesmo saco, e não me representam?! acho que farei o que tenho vindo a fazer e voto no partido nacional que gera maior consenso: partido da abstenção.

nem tudo são defeitos na nossa classe politica. temos deputados poetas, monárquicos fadistas que se tornam deputados, não nos faltam doutores,engenheiros (tenham ou não o curso), arquitectos a ocupar cargos políticos. temos também uma Assembleia da República ''topo de gama', onde não faltam computadores, mesmo quando os deputados faltam em bloco. temos uma frota automóvel governamental com grandes carrões , que por acaso são muito caros e muito pouco amigos do ambiente. temos ligações promiscuas entre politica justiça, economia e sabe-se lá mais o quê. epá, relendo tudo o que aqui enumerei, soa-me tudo a defeitos, mas deve ser impressão minha (e vossa).  (conseguem ver as diferenças e descobrir o verdadeiro Pinóquio?)                                               

    pois!! o Sócrates não está a usar chapéu, nem tem um grilo falante  no nariz,senão ia ser dificil distingui-los um do outro !

                                                                                                                                                                         

é de salientar o bom ar e o bom humor de algumas das nossas figuras politicas mais conhecidas, ao nível das melhores comédias e caricaturas que por cá vamos vendo.

já que quase 10 milhões de Portugueses são tratados como se fossem marionetas controladas por bonecreiros com fracas capacidades, é de plena justiça que uns quantos políticos sejam retratados como bonecos

 

.           

 sou um fã assumido da ''Contra Informação'' e às vezes até tenho dificuldade em distinguir  os verdadeiros políticos de carne e osso, daqueles bonecos que tanto me fazem rir, falando a brincar, sobre coisas sérias.

seja como for, nutro maior simpatia pelos bonecos políticos, que pelos muitos políticos que nos tratam como se fossemos bonecos.
 

 

 

segredo revelado: hoje, um desses políticos com aspirações a ser euro-deputado, andou em campanha aqui pela minha zona, numa das feiras locais. foi com um certo agrado que vi o embaraço em que ficou, quando um desbocado membro do ''zé povinho''  lhe grita alto e bom som: '' voçês todos querem é ''tacho''. no fim de terem o vosso ''tacho'', tão-se bem é a ''fod*r' , para  quem vos elegeu!!''. 

a voz do povo é tão verdadeira, que até incomoda!!  

30.05.09

mais um perigo ao volante


segredo_revelado

há pouco mais de 2 semanas, um amigo(o R..) foi a exame de condução e passou. passou e desde então que quase já ninguém o vê em casa. o carro tornou-se o melhor amigo dele e são praticamente inseparáveis. acho que ele só não leva o carro para a cama , por não ser possível, mas temo que um destes dias, enquanto a ''febre'' não lhe passar, leve a cama para a garagem, só para poder estar junto do popó.

ver a atitude dele perante o facto de já ter o documento oficial que lhe permite conduzir dentro dos limites da Lei, fez-me relembrar os meus primeiros tempos de encartado.

eu, ao contrário dele, tirei a carta sem ter um carro que depois podesse conduzir. isto de ser filho de pais que não têm carta, nem carro, tem destas coisas .

já só tirei a carta de condução quando tinha 20 anos, e as experiências mais parecidas que tinha com conduzir um veículo, foram as vezes que andei de carrinho de choque. era um virgem na condução de veículos de 4 rodas.

ao contrário de muita gente da minha idade, não me seduzia o mundo automóvel. a minha grande paixão, já desde puto, sempre foram os veículos de 2 rodas, mais concretamente as motas.

foi a vontade de comprar uma mota e de ter as habilitações para a poder conduzir, que me levaram a ir tirar a carta, e não fosse a pressão do meu pai e do meu irmão, teria tirado só a carta de mota.

acabei por tirar ambas as categorias, tanto de motociclo , como de automóvel, mas a loucura eram as motas. curiosamente, comprei primeiro um carro , do que a tão ambicionada mota.

um Fiat Punto já usado,que não é propriamente o carro de sonho da maioria das pessoas, mas que servia perfeitamente para mim. como trabalhava junto com o meu irmão, dividiamos as viagens de ida e volta para o local de trabalho. ele conduzia-nos nas idas, eu conduzia-nos no regresso a casa. exceptuando essas viagens e uns outros giros de fim-de-semana, não sentia a necessidade,vicio , ou gosto especial em conduzir.

mais tarde veio a mota, e então sim o caso mudou de figura. adoro conduzir uma mota!! são outras sensações. sensações mais fortes. apesar do desconforto ser maior quando se viaja de mota, eu prefiro-o,a ir enjaulado entre metal e plástico. 

tempos mais tarde, quando o meu irmão mudou de patrão e deixámos de ir juntos, houve a falta de um meio de transporte para um de nós dois, visto que o carro dele era necessário à minha cunhada. optei por lhe emprestar o meu carro e passar a ir de mota para o trabalho. fosse Verão ou Inverno, lá ia eu todo contente no meu cavalo de 2 rodas. só uma vez tive um pequeno susto, mas felizmente nem me magoei.

o carro começou a ser cada vez mais posto de parte e hoje já nem sei precisar a última vez que o conduzi, mas já lá vai mais de 1 anito. a própria mota tem vindo a ser menos usada, mas mantem-se a paixão e com o Sol de Verão a chegar, parece que se acalenta ainda mais esse prazer de andar de mota.

admito que um carro é um bem necessário e com maior utilidade que uma mota, mas se há 50 anos atrás também não se vivesse sem o uso de carros, então metade ,ou mais, da população portuguesa tinha morrido.

conheço pessoas que são viciadas em conduzir, até nas pequenas deslocações que se faziam bem a pé. eu, como nos pequenos percursos me faço deslocar movido by ténis, não entendo muito bem esse vicio do carro, ainda por cima numa fase em que tanto se fala da poluição causada pelos automóveis e da necessidade de poupar recursos enérgicos.

como a maioria das pessoas não são desprendidas do carro como eu e tenho a perfeita noção que nestas coisas de automóveis e sua condução, sou um caso raro e estranho, ao meu amigo R.., o  recente encartado,desejo que faça muitos e bons kms, sempre com muita segurança e com muito juízinho. perigos ambulantes na estrada já os há quanto baste!!

 

 

 

 

segredo revelado: uma vez, num parque de estacionamento, tinha eu carta há pouco tempo, ia a sair com o carro, estrategicamente colocado entre 2 carros, e dei um raspão no para-choques de um desses carros. saí , todo aflito, e depois de ver que não houve estragos de maior, pois o para-choques até era de plástico,segui viagem( espero que o dono do carro não leia este post). foi uma coisinha mesmo muito simples, mas mexeu-me com os nervos de tal maneira, que só quando saí da vila e cheguei a uma zona sem iluminação pública, me apercebi que com aquela confusão e stress, nem tinha ligado as luzes do carro. (NABO!!)

 

29.05.09

jeito para as palavras, ou para as pessoas?


segredo_revelado

não me considero nenhum prodígio da escrita. nem sequer acho que demonstre particular talento para escrever, apesar de ser algo que tenho gosto em fazer.

quando escrevo, e em especial aqui, onde sei que outras pessoas vão ler, sou o que se pode comparar com um condutor de fim de semana. apesar de ter a preparação teórica que me permite conduzir(escrever) em segurança, a falta de prática e de confiança nas minhas capacidades como condutor\alguém que escreve, faz com que desfrute menos as paisagens, por estar mais concentrado na parte '' chata'' da condução. os condutores de fim de semana passam uns sinais vermelhos...eu deixo passar uns erros na pontuação e na falta de uso de maiúsculas(já levei um big deep ralhete por causa das maiúsculas) e parágrafos . em suma, tanto os condutores de fim de semana, como eu , somos um perigo!! eu tenho a grande vantagem de que ao volante de um teclado e por muitos erros que dê na pontuação, sei que nunca atropelo ninguém. na pior das hipóteses, atropelo a língua Portuguesa.

apesar desta minha escrita ''desprendida'' de seguir a preceito todas as regras que a gramática ensina, por vezes recebo um bom feedback de algumas coisas que vou rabiscando.

é a propósito de um desses feedback que me surgiu a ideia de escrever este post. dizem-me que tenho jeito para as palavras; que tenho jeito para a escrita; que gostam do que lêem!! são elogios, nao é? eu sei que os dizem de forma elogiosa,e agradeço-os, mas esses elogios podem ser uma maçã ''envenenada''. será que que ter jeito para as palavras escritas, implica que não tenho jeito para as pessoas?

qualquer elogio é reconfortante e agradável de se ouvir( mesmo que faça corar, até parecer que se reflecte na cara, a cor da camisola do SLB), mas neste caso , acho que preferia trocar este elogio. mais valia que ouvisse algo do género: '' tens jeito para as pessoas!''.

conheço algumas pessoas que, apesar de mal saberem escrever o próprio nome, têm jeito para as pessoas. são naturalmente cativantes ! são aquele tipo de pessoas ,que nos fazem sentir crianças a ouvir histórias de encantar. a sua maneira de ser e de se expressarem , fazem com que dificilmente, ao fim de meia hora, não sintamos que as conhecemos já há muito mais tempo.

não recorrem a marketing para cativar atençoes e respeito...não são ''escravas'' de debates de ideias que outros lançam...são diamantes brutos de sabedoria,encanto e saber estar de bem com a vida.

há outras pessoas ainda,como é o caso de Barack Obama, que aliam um carisma muito natural , a uma ''máquina''  de marketing, que ajuda a que a sua mensagem chegue a mais pessoas e com maior clareza e rapidez.

tenho jeito para as palavras?!! talvez.. e daí? será que esse meu jeito me leva com maior facilidade e rapidez, a chegar às pessoas

serei eu que chego às pessoas e as consigo cativar, ou serão apenas as minhas palavras que as cativam, tanto tempo quanto demore a ler um post ou uma folha de papel?

embora as palavras ditas, ou escritas, nem sempre reflictam a pessoa que as escreve, acho que a partir do momento em que alguém lê algo que outrém escreveu, nesse momento, o leitor se sente cativado.

como (ainda) não obrigo ninguém a ler o que escrevo, vou-me ficar pela ideia que se há quem me leia e até elogie, então é porque tenho jeito para algumas pessoas que conseguem conhecer-me pelo que escrevo,e até pelo que não escrevo , mas fica subentendido nas entrelinhas.

só mesmo eu, para me dar ao ''trabalho'' e parvoíce de pensar nestas coisas.

a quem fez o favor (a troco de um chorudo suborno de alguém) de me fazer sentir que escrevo duas ou três frases que até têm o seu quê de interessante,agradeço.

 

 

 

 

segredo revelado: ao contrário de muitas outras formas de comunicação e de arte, a escrita e a leitura são actos individuais e solitários, o que torna muito dificil ''apalpar o pulso'' e sentir as reacções do autor e do leitor.se a escrita é um acto solitário e se a leitura também é um acto solitário, será que quem escreve ,e quem lê, alguma vez se ''cativam'' realmente um ao outro?

creio que sim!!

 

 

28.05.09

''filhos da mãe''


segredo_revelado

no passado dia 18 de Maio, nos EUA, uma mãe  fugiu com o seu filho de 13 anos, para evitar que este fosse submetido a tratamentos de quimioterapia, o que levou a que um juiz emitisse uma ordem judicial que visava obrigar a mãe a apresentar-se às autoridades.

a mãe, Collen Hauser,  decidiu fugir com o seu filho,Daniel, que tem cancro, pois não quer que ele seja sujeito a mais tratamentos, apesar de esses tratamentos poderem ser a sua salvação.

de acordo com os médicos, caso Daniel faça quimioterapia tem 80 a 90% de hipóteses de sobrevivência, enquanto que se não fizer, morrerá num prazo máximo de 5 anos.

 mesmo sem uma garantia de 100% de sucesso, 80 a 90%, são muito mais hipóteses de viver, que os 0% se não fizer quimio. ao saber destas informações tão encorajadoras, o que pode levar uma mãe a condenar o seu filho à morte?

Os Hauser são católicos, mas seguem a fé de "não causem danos" da Banda Nemenhah, um grupo religioso com base no Missouri que acredita nos métodos de cura natural da cultura de algumas tribos indígenas americanas.

acho bem que cada um siga a fé religiosa com que mais se identifique. o que não acho bem é quem nome dessa fé, se decida sobre a vida ou morte de alguém.

mãe é mãe.é , e ninguém o pode negar, mas o facto de ser mãe e de lhe ter dado a vida, isso não lhe deve dar o direito de se sentir dona da vida do filho.

uma mãe que está disposta a ver o seu filho morrer, apenas porque um tratamento médico que o pode salvar, não é bem aceite pelo grupo religioso do qual faz parte, é alguém a quem eu chamaria ''filha da mãe'', no pior sentido da expressão.

se os filhos são considerados bênçãos , então seria de esperar que alguém que os tenha, fizesse o possível e o impossível para não ver um deles morrer tão jovem.

se Deus é Amor e se o conceito de ser Mãe também está muito associado ao Amor, então qual dos dois amores deve prevalecer numa situação destas?!

na minha opinião, deve prevalecer o Amor de mãe, amor esse que a faria fazer tudo para salvar o filho. por muito que me digam que poupar  o filho ao sofrimento da quimioterapia, também é um acto de amor de mãe, não me convenço. se alguém se sente no direito de tomar decisões de vida ou de morte de alguém, então que as tome sobre si mesmo e não sobre a vida de outras pessoas.

com milhares de mães que estariam dispostas a dar a própria vida para salvar a de um filho, é estranho que esta mãe ,com base em crenças religiosas, se recuse a dar-lhe a chance de viver.

felizmente a mãe parece ter tomado consciência da injustiça e egoísmo da sua atitude, e regressou ontem a casa, com o objectivo de que o filho retomasse  as sessões de quimioterapia.

parece que ela também deve ter sentido que o Amor de Mãe se deve sobrepor a questões de crenças religiosas, que metem a vida das pessoas em risco. 

 

 

 

segredo revelado: um dos 10 Mandamentos da religião católica é '' honrar pai e mãe''. casos como este fazem-me sentir que talvez devesse haver um 11º mandamento...

''ama e honra um filho, acima de qualquer crença religiosa''.

 

27.05.09

Imperfeitos


segredo_revelado

do alto ...

de um trono invisível,

onde se acredita que o sonho é possível

somos olhados.

olhar sereno e profundo

lançado sobre o Mundo,

vê lágrimas que caem molhando rostos

tentando levar para longe ,dores e mágoas

procurando afogar desgostos

impossíveis de lavar com águas.

vê sorrisos inocentes nascidos de lábios de crianças

vê alegrias, sonhos e esperanças.

será que somos julgados?

as sentenças são passíveis de recurso?

será que não somos mais que bonecos manietados?!

ou seremos os autores e actores do nosso Destino e discurso?!

são-nos dados pequenos indícios do seu olhar vigilante,

mas logo depois há descrença

cresce a sensação que já não zela por nós...

e se nos olha, olha-nos com indiferença.

coloco tudo em causa, sem querer ser dono de verdades inegáveis...

somos animais, somos semideuses...somos seres frágeis!!

apesar de frágeis, falíveis e inseguros,

sabemos ser fortes, acertados e seguros...

somos anões que se transformam em gigantes...

somos uma mistura de sentimentos maus e sentimentos puros!!

vivemos numa sociedade a oscilar entre lucros e danos,

entre qualidades e defeitos...

somos ''anjos'' e ''diabos'' humanos..

somos Homens, logo somos imperfeitos!!

 

 

 

 

26.05.09

alta voltagem


segredo_revelado

hoje acordei todo ''speedado'' e em alta voltagem de energia. se há noites em que as horas que passo deitado não parecem ser suficientes para retemperar energias, esta noite não foi uma dessas. com a energia com que hoje me sinto, até estou a pensar tornar-me um revendedor de energias renováveis. ''segredo_revelado'' powered by EDP.

meio-dia passado e já fiz umas coisas , que por um qualquer motivo tinham vindo a ser adiadas.

''não guardes para amanhã, aquilo que podes fazer hoje''!! pois sim!! é muito bonito de se dizer, mas na prática há sempre coisas que guardamos mesmo para fazer mais tarde.

há aqueles papéis amontoados, que há mais de um século parecem não manter contacto com uma forma de vida humana. facturas, extractos, papelada de tudo e mais alguma coisa...que já enchiam a gaveta. ora hoje , como se fosse um daqueles ''ratos'' de arquivo, separei e arrumei tudo no seu devido lugar. até me dei ao trabalho de ordenar tudo por datas.

fiz uma outra coisa que já não fazia há ''canos''. fui dar uma volta com os meu cães. coitados, apesar de terem alguma liberdade de movimentos, passam muito tempo presos e agradecem estes passeios campestres. cheguei a casa feito num 8. um dos canitos é ''meia leca'' e fácil de controlar, mas o outro ( um Husky, emigrante russo) é um gigante e corre que se farta!! mas foi uma passeata bem divertida, com paragens constantes para marcações de território e uns sprints dignos de fazer inveja ao Cristiano Ronaldo.

agora que penso nisso, o Husky até tem parecenças com o Ronaldo. muita gente o elogia pela sua beleza e dizem que gostavam de ter um assim. pelo que vou vendo na TV, há muitas mulheres a dizer o mesmo do Ronaldo.

já de regresso a casa, depois das ''feras'' serem presas, fui dar banho ao cão e tomei na mesma água, que é como quem diz: fui tomar um duche, que o passeio com os cães , deixou-me a roupa e as partes descobertas do corpo, num estado miserável. uma boa vestimenta para ir passear com os béu béus , sem me sujar e arranhar muito, deve ser uma burka. aquilo tapa quase todos os centímetros de pele e deve evitar uns quantos arranhões que por aqui tenho.

de seguida, e como tinha a barriga a dar horas, atirei-me com unhas e dentes a um iogurte, mas não é daqueles que deixa o corpinho Danone e atlético. não ligo muito a essas publicidades aos iogurtes com bifidus, L casei não sei das quantas e outros nomes que nem me lembro. opá, um destes dias até nos iogurtes se hão-de encontrar extras, tipo Abs intestinal, air bag peitoral, cruise control da digestão, tampas eléctricas, fecho central de entrada de micróbios, e sabe-se lá mais o quê!! cá por mim , vou-me ficando pelos  simples, mas gostosos, iogurtes de aromas, sem pedaços e sem extras.

 

como hoje é dia de São fazer nada, até deu para vir aqui viciar um bocado na net. aproveitei e limpei muito do ''lixo'' que se vai acumulando na caixa de emails, fiz uma limpeza e desfragmentação de disco e fui desatinar para o chat, antes de vir aqui ao blog. é raro vir à net durante as manhãs, pois as manhãs costumam ser aproveitadas para trabalhar. sim, trabalhar!! tenho liberdade de horários e não há muita pressão, mas isso não invalida que as coisas tenham que ser feitas( pelo menos até ser Euromilionário, não).

agora está na hora é de ir almoçar, por isso..

até uma próxima!!!

 

 

 

 

segredo revelado: cheio de energia!!

 

 

 

24.05.09

dia europeu dos vizinhos


segredo_revelado

já hoje saudaram os vossos vizinhos, com uma saudação mais efusiva e acalorada??

eu bem digo que há dias europeus e mundiais de tudo e mais alguma coisa. hoje é o dia europeu dos vizinhos!! em 2009 celebra-se a 12ª dia edição deste dia dedicado aos vizinhos.

a ideia da festa dos vizinhos, antes de ser promovida a dia europeu dos vizinhos, partiu de um cidadão françês(Atinase Périfan) e de um grupo de amigos, que em 1999 criaram a associação 'amigos de Paris''. a associação tinha como objectivo principal, mobilizar e aproximar as pessoas, combatendo assim o isolamento.

a 1ª festa , em 1999, reuniu 800 vizinhos do 17º bairro de Paris. com o passar dos anos , a festa foi-se internacionalizando, sendo que em 2008, mobilizou 8 milhões de pessoas em vários países europeus, incluindo Portugal.

a agitação e consequente ''corre corre'' da vida urbana, hoje em dia fomenta o individualismo, o isolamento e a indiferença entre aqueles que vivem mais próximo. há milhares de pessoas(e a tendência é que sejam cada vez mais) que não conhecem os vizinhos, e não estimulam as relações interpessoais.

são cada vez mais difíceis de manter relações de amizade, ou de um simples convívio com as pessoas que moram ali ao lado. há casos de pessoas a morarem há vários anos , lado a lado, e que mesmo assim desconhecem os nomes dos vizinhos.

eu, como habitante de um meio pequeno e onde todos se conhecem, não sinto muito esse ''esfriar'' de relações sadias com a vizinhança, mas tenho noção de que num prédio numa cidade, onde as pessoas vivem fechadas , como se fossem sardinhas enlatadas, isso é muito mais raro de se ver.

por estas bandas, onde ainda se respira ar puro e se sente o cheiro da terra, é normal que se veja um vizinho como alguém de confiança..um amigo!! em meios mais pequenos, a vida mais calma, longe de filas de transito , mas também longe de diversões que fazem as pessoas sair de casa, mas que não as aproximam, há muito maior contacto e afectividade entre pessoas. 

ninguém estranha, nem encara com desconfiança, se um vizinho bater à porta a pedir alguma coisa emprestada. num bloco de apartamentos, se alguém bater à porta do vizinho, para lhe pedir um grão de arroz, é provável que acabe a ser escorraçado por o confundirem com um trapaceiro mafioso, que quer é roubar algo.

é frequente que os vizinhos zelem pela segurança e bem estar uns dos outros. não há nada de estranho , que escape aos olhares e ouvidos atentos, dos cuscos e cuscas, personagens tão típicas numa aldeia. é por graças a essa ''cusquice,'' vigilante e amiga, da vizinhança, que muita gente ainda se permite a deixar portas sem estarem fechadas a 7 chaves, quando vão ao quintal , ou a algum local próximo, embora a insegurança crescente tenha vindo a acabar com esse hábito.

esta relação de proximidade é quase sempre vantajosa, mas também reconheço que pode trazer alguns dissabores. vive-se muito segundo a regra do '' se não estás comigo, estás contra mim'', o que dá azo a zangas sobre coisas banais, como por exemplo sobre o cão que matou 3 galinhas do vizinho. num meio mais citadino, pode dar-se o caso de um vizinho ver outro a ser espancado e nem se importar, nem tentar ajudar.

não interessa que se viva na aldeia ou viva na cidade, desde que no lugar onde vivemos, estejamos bem integrados e mantenhamos ligações mais fortes e duradouras, que não apenas com o própria casa e família, com as pessoas que nos rodeiam.

desejo um bom domingo a todos os meus ''vizinhos'' que de vez em quando passam aqui no meu blog(casa virtual). sempre que precisarem de um ovo ou de uma pitada de sal, batam à porta.

 

 

 

 

segredo revelado: isto de ser um campónio tem muitas desvantagens, mas eu não trocaria esta vida pacata, por uma vida de stress, poluição e indiferença entre pessoas, como há nas cidades.

 

 

23.05.09

o sexo e a escola-aulas práticas


segredo_revelado

mas estaremos todos a enlouquecer ou quê?!!

como se já não bastassem os casos preocupantes que têm vindo a público: aulas de História 'apimentadas'' ; um professor primário , que apalpava alunas e fazia questão de lhes dar colinho; violência entre alunos, violência de alunos contra profs; um prof. a amarrar um aluno em plena sala de aula ... vem hoje a lume, publicada no JN(Jornal de Noticias) , uma noticia que dá conta de uma auxiliar de educação educativa ter mantido relações sexuais com um aluno de 14 anos.

os americanos têm a série ''o sexo e a cidade''...nós temos ''novelas'' que podem passar a ser chamadas de ''o sexo e a escola''. ou melhor ainda....''o sexo na escola''.

ao que parece, a auxiliar ,que trabalhava numa escola pertencente ao Agrupamento de Escolas 2,3 de Tondela , manteve relações sexuais com um aluno dessa mesma escola, no ultimo trimestre lectivo de 2007\2008, chegando mesmo ao ponto de lhe enviar SMS's.

há quem se queixe da falta de acompanhamento e de preocupação de professores e funcionários , em acompanhar os alunos. esta funcionária contraria tudo e todos que afirmem isso, demonstrando um exagerado zelo em acompanhar este aluno em particular. era tão zelosa, que até fora do horário laboral queria manter contacto com ele.

só eu. e os meus colegas, nos meus distantes tempos de estudante, não tivemos a sorte de ter umas auxiliares assim tão prestáveis. se bem me lembro, haviam lá 2 auxiliares que faziam sucesso (mas não ''susexo''!), entre os alunos rapazes, pois eram jovens e bem jeitosas, o que fazia recair sobre elas muitos olhares masculinos.

a mãe do aluno conta , que numa dessas SMS's , a auxiliar aconselhava o aluno a levar preservativos para um próximo encontro. é de ''louvar'' o cuidado e preocupação educativa e de saúde que a auxiliar, mulher casada e com 28 anos de idade, teve em relembrar ao jovem , que se deve andar sempre prevenido e fazer sexo seguro. pena é, que quem se lembrou de avisar para levar preservativos, pareça ter-se esquecido de que mantinha relações com um menor de idade, o que é considerado crime.

é normal, que na fase da adolescência, as hormonas juvenis andem em ebulição e ''incentivem'' a novas experiências com o sexo oposto. o que não é tão normal, é que as hormonas de uma mulher adulta andem de tal modo efervescentes , que lhe façam perder o controlo e as noções do que é certo e errado, não só aos olhos da Lei, como também moralmente e socialmente.

esta paranóia colectiva de que é necessário , a toda a força, que hajam aulas de educação sexual, foi levada a um extremo que é preocupante. a funcionária, concerteza empregada dedicada em também ensinar algo de útil ao aluno, assumiu nas suas próprias mãos o leccionar as aulas práticas de educação sexual. é caso para dizer, que é uma funcionária que se entrega de corpo e alma (muito mais corpo do que alma) aos alunos. de aulas teóricas já os alunos estão fartos!! o que está a dar , são as aulas práticas, que apesar de darem um bocado mais de trabalho, recompensam os alunos mais aplicados com conhecimentos que podem usar no seu dia-a-dia

a família do aluno, que na altura dos acontecimentos tinha apenas 14 anos, ao tomar conhecimento das SMS's e de tudo o mais, apresentou queixa da funcionária ao Conselho Executivo, na ideia de que fosse feita justiça e aplicada uma sanção à funcionária. como a tomada de uma decisão se arrastou e a funcionária se manteve ao serviço, a família recorreu também aos tribunais.

findo o ano lectivo 2007\08, o jovem mudou de escola tendo inclusive mudado também de número de telemóvel, mas nem isso fez demover a auxiliar, que foi sempre tentando manter contacto com o aluno. ao que parece, a funcionária chegou mesmo a pedir transferência para a nova escola do rapaz.       .

das duas, uma!! ou o rapaz, apesar da sua pouca idade e experiência sexual, era um ''guru'' do sexo, com performances capazes de fazer corar e envergonhar o marido da auxiliar, ou a senhora teve um fetiche qualquer , que realizou com um jovem com metade da sua idade, que ainda por cima era menor de idade.

eu até nem sou pessoa de me chocar com relações afectivas ou meramente sexuais , entre pessoas com grande diferença de idades.é uma opção de cada uma das partes, e só a eles diz respeito. mas essa ''regra'' aplica-se a pessoas adultas e não a um caso como este, entre alguém adulto e um menor.

até já tenho medo de tomar conhecimento das noticias da actualidade. cada vez há mais noticias sobre casos estranhos passados nas escolas. felizmente , cá em Portugal, ainda não se chegou ao ponto de haverem massacres, como já se tem visto nos Estados Unidos, Alemanha e Canadá, entre outros. esperemos que esse tipo de noticias nunca venham a ser dadas sobre um caso ocorrido em Portugal.

com o constante aparecimento de noticias deste género, é difícil que não se pense que estamos todos a enlouquecer . se não estamos todos, estas noticias provam que alguns já estão bem encaminhados rumo à loucura.

num ambiente escolar, onde a educação e a aprendizagem são pontos essenciais, seria expectável que houvesse uma maior percentagem de ''genialidade'' e sabedoria, que de ''loucura'' , mas casos assim dão que pensar!!

 

 

 

segredo revelado: na minha escola secundária, havia uma auxiliar, que na altura se chamava de contínua, a quem todos adoravam. ela destacava-se dos outros funcionários, pois apesar de ser a funcionária mais velha , era a que tinha um espírito mais jovem e aquela que mais ''descia'' ao nosso nível. ela falar e brincar connosco ,como se fosse uma de nós ,nunca foi um empecilho a manter o respeito e a exercer a sua autoridade.antes pelo contrário, essa atitude dela , só fazia com que a admirássemos e respeitássemos ainda mais.

ainda me lembro que ,no ano da sua reforma, um grupo de alunos lhe comprou uma enorme colher de pau, que ela fazia questão de usar a meter-nos na ordem, por aqueles corredores fora.

bons tempos!
 

22.05.09

1 sheik das Arábias


segredo_revelado

hoje, depois de  uma frase alheia me ter relembrado que o povo diz que para cada homem existem 7 mulheres, dei por mim a pensar: ''então onde estão as minhas 7?''

estarei eu a ser vitima do decréscimo da taxa de natalidade, que faz com que nasçam menos mulheres?! mesmo que fosse esse o caso, continuam a nascer mais mulheres do que homens, por isso continuo a sentir-me ''roubado'' , por não ter as minhas 7 mulheres.

algures, no País ou no resto do Mundo, há-de haver um tipo felizardo , que tem 14 mulheres, sendo que 7 delas deveriam ser minhas. tá mal!!!

pensando bem, talvez seja vantajoso não ter tantas mulheres. se uma mulher apenas, já é o cabo das Tormentas, naqueles dias difíceis, então 7 mulheres devem equivaler a um abalo sísmico de grande magnitude. um daqueles bem grandes capaz de fazer desmoronar a situação financeira e mental de um homem. deve ser caso para nos deixar de olhos esbugalhados e nervos em franja.

agora que penso bem sobre o assunto, cada vez tenho mais dúvidas de que realmente é bom ter direito a 7 mulheres( pelo menos, as 7 ao mesmo tempo não!!). os sheiks (carecas) das Arábias, devem viver ''una vida loca'', pois além de uma cáfila numerosa, têm ainda de sustentar e mimar uma ''alcateia'' feminina. sim, porque 7 mulheres a co-habitarem num harém, tendo como únicas presenças masculinas, eunucos, na presença de um sex symbol das Arábias, devem ser umas autênticas lobas a rondar o senhor. alguns desses sheiks árabes, depois de vários anos de poligamia, já devem é dar camelos em troca de que lhes levem as sogras para longe deles.com tantas mulheres e tantas sogras, não é de admirar que haja tanto fanatismo religioso e tantos atentados suicidas.

em certas tribos de África, também é usual que seja aceite a poligamia. não admira que os africanos dessas tribos , sejam tão pobres e magrinhos.sustentar 7 mulheres ,

 

economicamente e amorosamente, deve realmente ser extenuante. nunca se deram conta, que em África há uma grande falta de telemóveis? já? pois!! em África, ao contrário da maioria dos continentes, há mais habitantes do que telemóveis. muitos não têm telelé, por não o poderem comprar, mas outros não o compram para poderem sair savana fora, sem terem que ser interrompidos com chamadas constantes , por parte das 7 mulheres a ''melgar''.

os problemas de logística devem ser enormes. ter 7 mulheres, implica ter, no mínimo, 3 casas de banho, pois como se sabe , as mulheres vão ao wc aos pares. 3x2=6! mesmo assim , havia uma delas que tinha que ir ao bosque.

nem consigo imaginar os balúrdios gastos para comprar roupas, maquilhagens e jóias para 7 mulheres.

já decidi!!! afinal não quero encontrar as 7 mulheres a que tenho direito!! já me dou por contente quando chegar o dia em que encontre A MULHER.

 

 

 

segredo revelado:  um amigo meu, já se gabou de ter ''andado'' com 3 mulheres ao mesmo tempo. acho que estava a brincar, mas tendo em conta que ele é vendedor de seguros, e os vendedores de seguros têm muita lábia e viajam muito, não meto as mãos no fogo, em como não tenha andado.

mais vale um pássaro na mão , que 3 ''pássaras'' a voar., por isso o importante é tratar com o máximo de respeito aquele 'pássaro'' que todos os dias nos cantar ao ouvido, logo p'lo amanhecer.

 

 

 

 
 

Pág. 1/3